logoi.png
 

 I-BIT MAPPING 

 FESTIVAL ONLINE 

kisspng-dog-breed-maned-wolf-dhole-lion-

   Enaltecendo a exuberância da diversidade dos biomas brasileiros com apelo para a devida preservação, o projeto irá promover oficinas, debates e projeções audiovisuais em locações de natureza exuberante, apresentando conteúdo de temática ambiental fundamentado em uma vivência online de artistas com biólogos, geólogos, historiadores e representantes da comunidade local.  

  A participação de convidados locais como agentes comunitários, ativistas ambientais, pesquisadores, biólogos, geólogos, historiadores e artistas, serão a base discursiva para o desenvolvimento dos trabalhos estéticos que serão projetados conectados a uma rede internacional de artistas que estarão conectados e trabalhando de maneira remota.

 A programação do festival é composta de duas oficinas, dois debates e três dias de projeções. Oficinas e debates acontecerão online via videoconferência. As projeções e debates serão transmitidas ao vivo.

 I-Bit - Festival Online de Mapping será realizado no distrito de Conceição de Ibitipoca, na cidade de Lima Duarte -MG e transmitido no canal do youtube do evento nos dias 5 e 6 de Junho de 2021, com curadoria de  Jodele Larcher, produção Reação TV. 

Canal do Youtube  https://rb.gy/zede1w

CLIPPING

muriqui-do-sul.webp

O evento acontecerá sem público presencial e respeitará o protocolo de segurança vigente de prevenção a Covid-19.

PROGRAMAÇÃO ONLINE

programação oficial.jpg
 
 

ARTISTAS

sombra.png
_MG_0169.JPG
spetto-700x350.png

VJ Spetto atua como VJ há 20 anos, sendo um dos pioneiros da arte VJ no Brasil. Fundador dos United VJs e do VJ University, ele atua em festas, festivais, teatro, televisão, exposições e cerimônias. Foi o responsável pelos visuais dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Jogos ODESUR Cochabamba e Jogos Olímpicos Juvenis de Buenos Aires. Destacam-se, entre seus últimos trabalhos, a projeção em uma das maiores torres da China, em Beijing, a CCTV Antenna Tower, com 420 metros de altura, por ocasião da Comemoração dos 70 anos da Revolução Comunista na China, projeções na Muralha de Datong (China) e no Museu Nacional da República.

  • Grey Instagram Ícone

VJ SPETTO

kisspng-southern-crested-caracara-northe
onca-parda (1).webp
_MG_0008 copy - Cópia.JPG
IMG-20200106-WA0006 (1).jpg
  • Grey Instagram Ícone

HOMEM GAIOLA

sombra.png

O Homem Gaiola é  artista digital e VJ de Belo Horizonte desde 2013. Suas obras incluem vídeos, projetos fulldome, instalações em LED e performances audiovisuais com influência marcante das culturas afro-brasileiras. Na sua pesquisa, explora técnicas imersivas, envolvendo luz e projeção. É integrante do coletivo internacional Darklight Studio, pelo qual ganhou diversos prêmios, entre eles o Lile Mapping Festival, em 2019, na França, e o Epson Mapping Challenge, em 2017, na Costa Rica. Realizou projetos visuais como o mapping de Ano Novo no Cristo Redentor (2019 e 2020), no Rio de Janeiro, conteúdo visual para shows da turnê europeia da Anitta (2019). Também é idealizador dos festivais Luzes da Liberdade e do Cerrado Mapping.

sombra.png

VINI FABRETTI

Vini Fabretti é artista digital, VJ e diretor artístico. Designer formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especializado em Motion Design e trabalha como VJ há mais de 15 anos. Seus projetos criativos promovem interações de mídias visuais. Ganhou o primeiro lugar no campeonato Green Project VJ, em 2007, e participou de festivais por todo o Brasil e pelo mundo, exibindo o seu trabalho por França, Argentina, Espanha e Estados Unidos. Sua pesquisa está orientada para o estudo da intersecção entre a prática artística e sistemas digitais. A participação de Vini Fabretti no i-Bit 2021 tratá esse peso dos estudos filosóficos e a abordagem desse tema que é a relação da humanidade com a natureza que a cerca.

  • Grey Instagram Ícone
_MG_0127_edited.png
Captura de tela 2021-02-21 102516.jpg
muriqui-do-norte.webp
ibi20090213_0001 copy.jpg
WhatsApp Image 2021-04-22 at 16.32.28.jp
sombra.png

LUV

Do pincel ao pixel, LUV é artista multidisciplinar, formada em design visual pela ESPM-SP. Seu trabalho abrange animações, produção cultural, ilustrações digitais, videomapping, graffiti, lambe-lambe e pinturas em paredes, roupas e telas.  Hoje, é diretora criativa do MOV Festival. Já participou de festivais, tais como Cerrado Mapping Festival e A.Front Festival, em uma obra conjunta com United VJ’s.

  • Grey Instagram Ícone
jaguatirica.webp
sombra.png

VJ CAROL SANTANA

A VJ Carol Santana é artista visual multimídia, do Rio de Janeiro, que trabalha com a criação de conteúdos visuais e a manipulação de imagens e efeitos em tempo real. Transita entre shows, festivais, turnês e exposições. Dentre os recentes, participou de Amazônia Mapping Festival 2020, Luzes SP 2020, A.FRONT 2020 (CE),  Cerrado Mapping Festival 2020 e Luzes da Liberdade (BH) 2020. Em 2019 participou do Visual Brasil, em Barcelona, fez VJ set no Beate Uwe, em Berlim e foi VJ do Rock the Mountain. Atualmente, também compõe a produção e curadoria do MOV, festival de artes integradas e projetadas. Em suas vídeo-performances, mistura métodos analógicos e digitais.  Conecta-se com diferentes vertentes artísticas, como graffiti, dança, artes plásticas e música. Explora o  corpo e as relações subjetivas com objeto e capta imagens que se tornam texturas e movimentos na narrativa.

  • Grey Instagram Ícone
IMG_0529_edited.jpg
Captura de tela 2021-02-24 092051.jpg
kisspng-insect-dragonfly-blue-sky-blue-d
_MG_0417.JPG
WhatsApp Image 2021-04-22 at 10.45.08.jp
58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee (1).png
58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee (1).png

VJ LÊ PANTOJA 

sombra.png

VJ desde 2007, a artista visual @vjlepantoja é uma das mulheres pioneiras no ofício de Video Jockey no Brasil. Nesses 14 anos de carreira, já teve suas obras expostas em shows e clipes de grandes artistas da música brasileira e exposições de arte-tecnologia.
Suas narrativas visuais já ocuparam as ruas de cidades do Brasil e do exterior, além de ter participado dos principais festivais de video mapping do país.
A artista é movida por contar boas histórias, brincando com o lúdico e o ácido, os desejos e as emoções, surpreendendo o público com uma nuvem de luzes, cores e imagens, imergindo-o no cenário de suas criações. Leticia Pantoja mistura projeção mapeada, colagens analógicas e animação gráfica, com elementos diversos da cultura pop e do surrealismo. Com formação em cinema, teatro e belas artes, ela também soma ao seu trabalho visual multimídia a experiência que adquiriu como performer e bailarina.
Recortes de revistas, papéis coloridos, tintas e o 'mar de possibilidades' que a
manipulação digital permite, se unem pelas mão da artista criando colagens com uma estética onírica e provocativa. 
Sua arte dialoga com o sagrado feminino e a ancestralidade.

  • Grey Instagram Ícone
58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee%20(3)_e
sombra.png
sombra.png

VJ ELETROIMAN

Ricardo Cançado (a.k.a Eletroiman) trabalha como VJing há quase 20 anos. É coordenador dos estúdios de criação audiovisual TkLab, coletivo Telenoika e co-fundador do Darklight Studio. Além de seu trabalho artístico, é criador do Festival Visual Brasil e realizador do Videoteka, projeto de pesquisa e mapeamento da produção audiovisual e de VJs pelo mundo.

Eletroiman é um dos VJs mais premiados internacionalmente em festivais, tendo recebido quarto vezes o Circle of light Moscow. Recebeu dez prêmios em primeiro lugar no VJ Torna (world VJ championship), além de outros prêmios, como LPM (IT), FIMG (ES˜), Festival Loop (ES˜), FILE (BR), Vision-R (FRA), ROBOT (IT˜), Mapping Festival (SUI), VJ Torna (HUN).

  • Grey Instagram Ícone
foto-meio-da-materia.jpg
Captura de tela 2021-02-26 194031.jpg

PESQUISADORES

_MG_0290.JPG
22496365_1419870721396232_29508448666730
sombra.png

CLARICE SILVA 

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (2002), pós graduação em Administração e Manejo de Unidades de Conservação e mestrado em Ecologia Aplicada ao Manejo e Conservação dos Recursos Naturais. É analista ambiental do Instituto Estadual de Florestas, atuando na gerência do Parque Estadual do Ibitipoca e já foi gerente também no Parque Estadual da Serra do Papagaio. Já atuou como Chefe de Unidade de Conservação também no ICMBIO, nos Parques Nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral e Parque Nacional do Caparaó. Tem experiência na área de unidades de conservação, uso publico, incêndios florestais, regularização ambiental, fiscalização ambiental, recuperação de áreas degradadas, agroecologia, educação ambiental, turismo, projetos participativos, plantas medicinais, homeopatia.

58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee%20(2)_e
58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee.png
sombra.png
sombra.png
_MG_0059.JPG
89316979_4167353423290215_48505107930677

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2007), com estágios e monitorias realizadas sob coordenação do Herbário CESJ da UFJF, Mestre na Pós-graduação de Botânica no Museu Nacional do Rio de Janeiro (2012 - 2014), Doutora no programa de Biodiversidade e Conservação da Natureza da Universidade Federal de Juiz de Fora (2016-2020).
Tem experiência em Consultoria Ambiental desde do ano de 2009, com diversos trabalhos e tipos de relatórios apresentados para diferentes formações vegetacionais do país, com enfoque no licenciamento ambiental, planos de manejo, monitoramentos, projetos em conservação, cursos e capacitações. Tem experiência no geral em Botânica, com ênfase em taxonomia, levantamentos florísticos e fitossociológicos, biogeografia e conservação. Atualmente gerente do Deapren (Departamento de Educação Ambiental e Proteção dos Recursos Naturais) da Prefeitura de Juiz de Fora - MG.

KELLY ANTUNES

  • LinkedIn - círculo cinza
sombra.png
_MG_0258.JPG
img_20200208_223028.jpg

MARCELO GEHARA 

Possui graduação em Biologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2005), Mestrado em Zoologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio grande do Sul (2009) e Doutorado em Biologia com ênfase em Zoologia pelo Instituto de Tecnologia de Braunschweig, Alemanha - TU Braunschweig (2013). Foi bolsista Jovem Talento (Capes, Ciência sem Fronteiras) e membro do corpo docente do programa de Pós-graduação em Sistemática e Evolução (DBEZ, UFRN) entre 2013 - 2015. Tem pós-doutorado no American Museum of Natural History, New York, EUA, atuando nos departamentos de Herpetologia e Genômica Comparativa. Desde de 2020 é professor e pesquisador na Rutgers-Newark University, USA. Atua nas áreas de Biologia Evolutiva e Ecologia Molecular com enfase em Genética de Populações, Bioinformatica, Phylogeografia e Herpetologia. 

  • LinkedIn - círculo cinza
58d959a206350528deb67b5b9b6e0fee%20(4)_e
_MG_0383.JPG
marcelo taylor .jpg

Graduado em Engenharia Geologica pela Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto, espeleólogo desde 1983 da Sociedade Excursionista e Espeleologica, tendo conhecido e estudado cavernas em diversos países, com Especialização em Hidrogeologia Aplicada pela Escuela de Minas de Madrid onde cursou créditos de doutorado. Especialista em Recursos Hídricos pelo Curso de Formação da Agência Nacional de águas, NCE-UFRJ. 
Tem conhecimento e experiêcia na identificação e avaliaçãoo de patrimônio espeleológico, em hidrogeologia de meios cársticos, fraturados e porosos, em modelização matemática de fluxo e de contaminação de aquí­feros e operações de rebaixamento de nível de água subterrânea em mineração, em instrumentação e coleta de dados hidrometeorológicos. 

MARCELO TAYLOR 

CURADORIA

REAÇÃO.TV

  • Grey Instagram Ícone
ibitipoca-gruta-dimas%20(1)_edited.png
_MG_2481.JPG
72064711_10157639533428739_2082257165086

JODELE LARCHER

Com um vasto currículo na área de direção de TV, Jodele é um dos precursores da arte de VJing no Brasil. Participou dos festivais Jam.tv, Red Bull Live Images e SkolBeats. Foi diretor de criação dos cenários virtuais para relevantes cantores e bandas, como Roberto Carlos, Jota Quest, Gilberto Gil, Lulu Santos, Kid Abelha, Moby, Carl Cox, dentre outros. Ainda na área de videocenário, também realizou o show Brazilian Day em NY de 2010 a 2013, vinhetas de carnaval da Rede Globo 2011 e 2012, especial de fim ano Gil, Ivete e Caetano de e o programa TV Xuxa 2011, 2012 e 2013. Jodele assinou a direção dos video mappings no Teatro Amazonas-AM 2010 e 2011, do Teatro Carlos Gomes em Vitória-ES, 2010, do Natal da Magia em Florianópolis-SC na fachada de 6 igrejas, 2013 e no Festival Back to Black no Rio, 2013. É também criador e organizador do VideoAtaq, evento de VJing do Rio de Janeiro que já teve 7 edições. Foi convidado como artista visual nos festivais Nokia Trends, Vivo Arte.mov, Oi Sonoridades, Instante (Campinas) e no projeto Fachada do CCBB (2011). Projetos mais recentes realizados Epson Mapping Challenge/United VJS, Projeta Rio/Reveillon Cristo Redentor RJ/Touchers Transmídia 2018/2019/2020.Produção de conteúdo para projeção -Evento Amazon Digital/ Noline Culture-jan 2020.Cerrado Mapping Festival /Darkside studio-Oficinas e VJ.Agosto 2020

 

VIVÊNCIA ONLINE

Captura de tela 2021-03-08 200208.jpg
ibitipoca-gruta-dimas (2).png

Projeções audiovisuais em locações

de natureza exuberante, apresentando conteúdo de temática ambiental fundamentado em uma vivência online de artistas digitais

e pesquisadores da região

 

OFICINAS 

ANIMAÇÃO E ILUSTRAÇÃO DIGITAL

Ministrada por

VJ LUV

A oficina de animação e ilustração digital acontece no dia 11 de maio, das 17h às 20h, e será ministrada por LUV, Luiza Bicalho Vianna, graduada em Design e Artes. A oficina abordará a criação de loops e animação 2D, do conceito à finalização, criação de personagens, práticas rápidas de animação frame a frame e aplicação em videomapping e VJ Set. Haverá  uma aula prática, transmitida de Ibitipoca. É necessário domínio básico do pacote Adobe e ter instalado Adobe Photoshop e After Effects (ou qualquer software de edição). Para Ipads, pede-se  compatibilidade com Apple Pencil e os aplicativos Procreate e Tagtool.

4.png
3.png

inscrições encerradas 

A oficina de Pixel Mapping acontece no dia 12 de maio, das 17h às 20h, e será ministrada pelo Homem Gaiola, artista digital e VJ de Belo Horizonte, integrante do coletivo internacional Darklight Studio. A oficina é voltada para instalações de luz envolvendo o protocolo DMX, a partir de fitas de LED endereçáveis. Serão abordados softwares, hardwares e a concepção de projetos imersivos envolvendo iluminação dinâmica. A oficina terá aula teórica, focada na programação e no funcionamento dos LEDs, e uma aula prática, transmitida de Ibitipoca, explicando as instalações criadas durante o festival. O único pré-requisito é interesse em luz expandida e VJ Mapping.

PIXEL MAPPING

1.png
2.png
 

IBITIPOCA - MINAS GERAIS 

Vila Conceição de Ibitipoca
Paredão de Santo Antônio
Igreja Nossa Senhora da Conceição
Cachoeirinha - Parque Estadual de Ibitipoca
Relógio de Sol - Parque Estadual de Ibitipoca
Trilha do Parque Estadual de Ibitipoca
Lombada - Parque Estadual de Ibitipoca
_MG_0383
_MG_0362_edited
1/1
kisspng-rattlesnake-snake-5a734572a1fba3

Conceição do Ibitipoca é um distrito do município brasileiro de Lima Duarte, no interior do estado de Minas Gerais. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população no ano de 2010 era de 1 004 habitantes, sendo 534 homens e 470 mulheres, possuindo um total de 767 domicílios particulares. Foi criado pela lei estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891.[2] A três quilômetros do centro do vilarejo localiza-se o Parque Estadual do Ibitipoca, destino principal dos turistas que visitam a região.

 

Parque Estadual do Ibitipoca é um parque florestal localizado no município de Lima Duarte, no estado de Minas Gerais, no Brasil. Com uma área de 1 488 hectares, está situado a três quilômetros do distrito de Conceição do Ibitipoca, que se sustenta com o turismo atraído pelo parque. Criado em 4 de julho de 1973, é administrado pelo Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais

CHAMADA ABERTA 

 

Inscrições prorrogadas até 20 de maio


O Festival i-Bit Mapping, por meio deste convite público, abre chamada para artistas visuais que desejem ter suas obras projetadas durante a primeira edição do festival. As imagens serão projetadas sobre a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e o Paredão de Santo Antônio.
Todo o festival será gravado e, posteriormente, exibido, nos dias 5 e 6 de junho de 2021, por meio do canal do festival no Youtube.
 
SUA PARTICIPAÇÃO
Para participar da chamada aberta, todos os artistas deverão, necessariamente:
Enviar, por e-mail, a sua incrição, com dados curriculares e descrição e justificativa da obra proposta.
O formato das artes deve ser de 1920 x 1920, mas precisa ser entregue com a máscara dos blueprints da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e/ou do Paredão de Santo Antônio.

O proponete pode escolher enviar o conteúdo  de um ou mais blueprint. Cada vídeo enviado corresponde a um blueprint. Não há limitação de envio de propostas por participantes.
As obras propostas devem ser postadas nas plataformas Vimeo ou Youtube, com link privado, com senha disponibilizada, e enviada pelo e-mail ibitmapping@gmail.com com a incrição. Todas as obras devem estar disponíveis para download.
As incricões vão até 16 de maio, prorrogadas até 20 de Maio!!!
As obras deverão ter uma duração, preferencialmente, de 120 segundos.
Serão aceitas obras audiovisuais de projeção mapeada inéditas ou não, produzidas nos diferentes meios de expressão das artes visuais (videos, fotografias, video-performances, video arte, video remix, vjing, desenhos, gravuras, gravura digital, animações 2D, 3D, arte virtual, gifs, imagem digital, entre outras), desde que estejam montadas de forma sequenciada e aplicadas nas máscaras disponibilizadas.
 
DISPOSIÇÕES GERAIS
Os participantes concordam que todas as obras selecionadas serão gratuitamente cedidas ao Festival i-Bit Mapping em pecas de divulgação previa e posterior e durante a execução do projeto, com expressa e irrevogável renuncia dos direitos autorais por parte dos participantes, os quais também autorizam o uso dos seus respectivos nomes, imagem e som de voz; sendo certo que, ao se inscreverem, os participantes autorizam o Festival a fazer uso das citadas obras no intermedio de qualquer meio de publicação, transmissão, retransmissão, distribuição, comunicação ao publico e reprodução, com a finalidade especifica de divulgação do presente projeto e repercussão posterior do mesmo, por tempo indeterminado.
 
A inscrição implica na aceitação total, pelo concorrente, deste regulamento😊Convocatória
i-Bit Mapping, CHAMADA ABERTA 

 

Os Blueprints estão disponiblilzados abaixo
 

BLUEPRINT IGREJA 

 

BLUEPRINT PAREDÃO DE SANTO ANTÔNIO 

 

 

REALIZAÇÃO

 

image (2).png

 REAÇÃO.TV

O festival é realização da produtora mineira Reação.TV,  liderada pela produtora executiva Lucília Coelho. Atuante no mercado audiovisual, já produziu especiais para TV (documentários, videoclipes, especiais e musicais) e conteúdo visual para eventos, Video Mapping, video cenário e transmissão ao vivo para web.
Entre as produções recentes, estão Epson Mapping Challenge/United VJS, Projeta Rio/Reveillon Cristo Redentor RJ/Touchers Transmídia (2018/2019/2020), Rock in Rio 2019 (transmissão para telão, edição de pílulas informativas), DVD BTS, direção de transmissão Funk Orquestra, produção de conteúdo para projeção no evento Amazon Digital, Cerrado Mapping Festival, direção do evento Neo Energia.
Outros trabalhos de direção foram feitos, este ano, para Banda Gente, Festival Demarcação Já Remix, "150 Anos de Choro" para o Canal Brasil, Rio Colonial Festival, MIMO Festival e a série para TV Acorda,Amor, com 13 episódios, que ainda será exibida, em junho, pelo canal Music Box Brazil.

reacaomg@gmail.com